Terça-feira, 12 de Junho de 2007
Alegria e dúvida

O momento é de vitória e de euforia. Estralejam os foguetes, buzinam os carros, as vozes enrouquecem, toda a gente salta, porque quem não salta é qualquer coisa que naqueles momentos não convém ser, entopem as ruas, abraços, muitos abraços, algumas lágrimas, copos a rodos, enfim, os vários orgasmos do golo, como diria o “bibota”. Saio à rua, para me encontrar com um amigo, depois sigo para o jornal, duplamente feliz. Os “meus” azuis saíram vencedores, toda a minha gente está na rua a festejar, passo pelo meio dessas torrentes de júbilo, externamente indiferente, sem um gesto, uma palavra. Como que guardo essa felicidade só para mim, coisa estranha. Só os mais íntimos a percebem. Ou os cúmplices dos momentos de tristeza. Nem eu sei bem o porquê desta reserva. Talvez porque o êxito seja efémero. E venha já aí o dia seguinte. Talvez porque o mérito seja dos outros, ainda que sejam os “nossos”. Talvez porque os alquimistas já estejam com os seus tubos de ensaio a postos. E eu tema a transformação de toda aquela alegria no torpor dos dias que aí vêm.

Talvez.


tags:

publicado por alvaro às 12:00
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
31


posts recentes

Insegurança

João Sousa melhora

À terceira foi de vez

Gespaços nos campeonatos ...

Final em beleza

Poderia ser melhor

Uma boa noticia

Holandeses batem Gespaços

Em Barcelona com os miudo...

Missão cumprida

arquivos

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds