Terça-feira, 12 de Junho de 2007
Alegria e dúvida

O momento é de vitória e de euforia. Estralejam os foguetes, buzinam os carros, as vozes enrouquecem, toda a gente salta, porque quem não salta é qualquer coisa que naqueles momentos não convém ser, entopem as ruas, abraços, muitos abraços, algumas lágrimas, copos a rodos, enfim, os vários orgasmos do golo, como diria o “bibota”. Saio à rua, para me encontrar com um amigo, depois sigo para o jornal, duplamente feliz. Os “meus” azuis saíram vencedores, toda a minha gente está na rua a festejar, passo pelo meio dessas torrentes de júbilo, externamente indiferente, sem um gesto, uma palavra. Como que guardo essa felicidade só para mim, coisa estranha. Só os mais íntimos a percebem. Ou os cúmplices dos momentos de tristeza. Nem eu sei bem o porquê desta reserva. Talvez porque o êxito seja efémero. E venha já aí o dia seguinte. Talvez porque o mérito seja dos outros, ainda que sejam os “nossos”. Talvez porque os alquimistas já estejam com os seus tubos de ensaio a postos. E eu tema a transformação de toda aquela alegria no torpor dos dias que aí vêm.

Talvez.


tags:

publicado por alvaro às 12:00
link do post | comentar | favorito

Derrotas 2

Aprecio imenso as derrotas daqueles que, a seu tempo, não quiseram ser solidários com quem protestava contra uma injustiça. E que acabaram por ser os grandes prejudicados por essa injustiça.

 


tags:

publicado por alvaro às 11:33
link do post | comentar | favorito

Derrotas 1

Às vezes há derrotas que sabem bem. Quando não permitem benefícios a quem nos prejudica. E depois de tudo termos feito para vencer.

 


tags:

publicado por alvaro às 11:32
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 23 de Janeiro de 2007
A homenagem dos derrotados

O jogo é decisivo para a atribuição do título. Os dois candidatos jogam entre si. Na bancada encontram-se todos os atletas das restantes equipas concorrentes. E os seus apoiantes. Reina o entusiasmo. Muita animação.

O jogo começa. No primeiro período, cada equipa marca um golo. No segundo, uma das equipas marca quatro e a outra apenas um. Nas bancadas os golos de uma equipa são festejados pelos seus apoiantes e por todos os atletas das restantes equipas. Os golos da outra equipa são sublinhados pelo profundo silêncio. Nestes dois períodos reinou o entusiasmo e a euforia, apenas quebrados por dois momentos de silêncio quando a outra equipa marcou os seus dois golos.

No terceiro e quarto períodos a outra equipa marcou oito golos e só sofreu um. Ganhou o jogo e foi campeã. Houve apenas um momento de entusiasmo e de euforia nas bancadas. Os restantes foram de silêncio e de tristeza.

Os presentes perderam uma excelente oportunidade de serem felizes.

 


tags:

publicado por alvaro às 20:06
link do post | comentar | favorito

Regras no desporto

As organizações desportivas devem ter regras. Claras, para serem entendidas por todos. Genéricas, para serem aplicáveis a todos.

Joga quem treina e se aplica no treino – pode ser uma dessas regras. É clara e é genérica.

Nas organizações desportivas quem decide as questões técnicas é a equipa técnica. Não são os dirigentes. Nem os associados. Familiares ou não dos atletas.

A responsabilidade pela participação de um atleta num jogo ou numa prova é da equipa técnica.

O atleta escolhido deve esforçar-se e dar o seu máximo na prova para continuar a evoluir e merecer a confiança da equipa técnica.

O atleta preterido deve aceitar a decisão da equipa técnica. E ter a humildade bastante para se interrogar se fez ou não tudo o que estava ao seu alcance durante os treinos.

Se a resposta é negativa, deve dela tirar as consequências: treinar mais e melhor.

Se a resposta é positiva, deve expor a sua posição respeitosamente à equipa técnica, continuar a treinar, cada vez mais e melhor, na certeza que não deixará de influenciar no futuro as decisões da equipa técnica.

Para seu bem.


tags:

publicado por alvaro às 20:03
link do post | comentar | favorito

Sábado, 3 de Junho de 2006
PASSIVO - NEGATIVO E POSITIVO?

Se inicialmente, e tal como Hernani Silva já tinha informado tudo e todos, tudo indicava que o passivo era negativo de cerca de 100 mil euros, depois de tudo acertado veio a perceber-se que afinal a quantia é bem superior  e se situa mais ou menos nos 325 mil euros.

Tribuna Pacense,2.06


tags:

publicado por alvaro às 11:02
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 11 de Maio de 2006
Special one or two?
Nem o José Mourinho fazia melhor do que eu, no Paços de Ferreira, ele que é o melhor do mundo.
José Mota, JN,11.03

tags:

publicado por alvaro às 15:53
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 1 de Maio de 2006
Industria e artesanato
Em Inglaterra o Chelsea vence o Manchester, ganha o campeonato, alguns minutos depois recebe a Taça. A indústria do futebol. Em Portugal o Porto vence o Penafiel, ganha o campeonato, não se sabe quando receberá a Taça. Organização artesanal.

tags:

publicado por alvaro às 11:07
link do post | comentar | favorito

Sábado, 15 de Abril de 2006
Precisam de um explicador
"Eles não são muito de me dar incentivo, mas também não fazem birras", quando conquista troféus "já gostam", "mas quando fico sem conquistar nada, então voltam sempre a dizer porque ando a correr" Carla Martins, atleta do Codessos sobre os seus pais. Imediato, 13.04

tags:

publicado por alvaro às 20:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Infelizes
Dois jogadores de um clube da nossa Liga andam muito zangados por haver no clube um outro jogador a ganhar mais do que eles. Este jogador parece que ganha 190 mil euros mensais, enquanto os outros ganham apenas 130 mil.

tags:

publicado por alvaro às 16:19
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
31


posts recentes

Alegria e dúvida

Derrotas 2

Derrotas 1

A homenagem dos derrotado...

Regras no desporto

PASSIVO - NEGATIVO E POSI...

Special one or two?

Industria e artesanato

Precisam de um explicador

Infelizes

arquivos

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds