Sábado, 21 de Julho de 2007
João Sousa melhora
À hora de almoço, o Rodolfo já se mostrava mais satisfeito. O João apresentara-se com o espírito desanuviado e conseguira uma medalha de prata nos 400 croll.


publicado por alvaro às 17:06
link do post | comentar | favorito

À terceira foi de vez
Depois de um terceiro e de um segundo lugares, que, apesar de excelentes, nos deixavam o sabor a pouco, finalmente João Sousa alcançou um primeiro lugar e se sagrou campeão nacional - foi nos 200 metros croll esta tarde!


publicado por alvaro às 17:00
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 20 de Julho de 2007
Gespaços nos campeonatos nacionais de infantis

O Gespaços apresentou-se, hoje, em Faro, nos campeonatos nacionais de infantis, com uma representação numerosa, só suplantada pelo Sporting, e assim com legítima ambição de lutar, quer por títulos nacionais, quer por pódios, já que dispõe de nadadores, que no ranking da sua idade, estão entre os três melhores nadadores de Portugal.

Decorreu esta tarde a primeira jornada que foi muito positiva no que diz respeito às performances individuais, mas que ficou um pouco aquém das classificações ambicionadas.

Na verdade, verificaram-se melhorias individuais em sete das dez provas nadadas. Guadalupe Pinheiro melhorou 7 segundos, Ruben Nunes 4 segundos, Ricardo Barbosa, 2 segundos e João Sousa 3 segundos, todos na prova de 400 estilos. Diana Ferreira melhorou 3 décimas nos 100 costas e as estafetas femininas de 4x200 livres baixaram as suas marcas em 15 segundos e 11 segundos. Os resultados obtidos não permitiram, no entanto, alcançar mais do que uma medalha de bronze, por João Sousa nos 400 estilos.

Nesta jornada foram batidos dois recordes nacionais, o de 400 estilos femininos infantis A por Diana Costa da Escola Desportiva de Viana e a estafeta 4x200 livres, também de infantis A, masculinos pelo quarteto do Clube de Natação de Alcobaça.



publicado por alvaro às 23:54
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 12 de Julho de 2007
Em Barcelona com os miudos do polo
Viajo domingo de madrugada para Barcelona. A equipa de 93 e 94 (infantis) da Gespaços vai participar na Barcelona Waterpolo International Youth Cup 2007, um prestigiado torneio de pólo aquático, organizado pela WPA Waterpolo Asociación de Barcelona, e que conta com a participação de 16 equipas, sendo 11 catalãs e cinco estrangeiras: uma russa, uma holandesa, uma francesa, uma grega, além da portuguesa Gespaços. O convite veio através do nosso amigo Francisco Gimenez Pereira, que, além disso, disponibilizou a sua casa em Montmeló, nos arredores de Barcelona, para alojar parte da equipa. O contributo de Jorge Silva e sua esposa, que disponibilizou a sua caravana para completar os meios de transporte e de alojamento, foi decisivo para que tivéssemos avançado com o processo de aceitação do convite, que se concluiu com a participação de todos os pais dos atletas nas despesas com a alimentação. Vamos animados com espírito de aprendizagem, pois não é segredo para ninguém que nos países participantes do torneio o nível da modalidade é muito superior ao do nosso país. A viagem decorre com toda a normalidade até Montmeló, onde chegamos ao fim da tarde e nos espera o nosso amigo Siscu, como é conhecido familiarmente o nosso anfitrião. Na segunda-feira, tendo sido cancelada a recepção às equipas participantes no Ayuntamento de Barcelona, procuramos conhecer as piscinas onde iria decorrer o torneio. E então verificamos a grandiosidade de todos estes equipamentos. Para começar todas as piscinas apresentam medidas olímpicas, mesmo uma de clube, que se encontra situada numa rua situada entre a Praça de Espanha e o estádio do FC Barcelona e onde se iriam disputar na manhã de terça feira os primeiros jogos do torneio, a que a nossa equipa assistiu. As equipas grega e do Sabadel (catalã), golearam os seus adversários por números expressivos. Normalmente há vários tanques, todos com condições fantásticas para a prática desportiva. A piscina do Clube de Natacion de Montjuic, situada numa das encostas da montanha de Montjuic, está integrada num complexo desportivo com 13 campos de ténis e um campo de golf. Vi miúdos a praticar ténis mais baixos que as raquetes, o que me deu uma certa ideia sobre o fomento da modalidade nesta região, pelo menos. Tentamos obter uma piscina para que os nossos miúdos pudessem treinar antes de entrarem na competição, o que não foi tarefa fácil. O Siscu comunicou-nos que a organização da prova não disponibilizava nenhuma. Diligenciamos então obter o espaço na Piscina de Picolei, mas não abdicavam de nos cobrar quase cinco euros por cada atleta e treinador, pelo que naturalmente demandamos outras paragens. Já no Clube de Natacion de Montjuic fomos mais afortunados e com toda a facilidade e gentileza nos permitiram a entrada na piscina onde os nossos atletas realizaram um jogo treino com a equipa local, que também participa no torneio. Este primeiro contacto da nossa equipa com equipas catalãs(até agora os nossos rapazes apenas tinham mantido contactos com equipas da Galiza, onde ainda se pratica um pólo de nível inferior ao nosso) foi muito positivo e interessante. Outra preocupação nossa foi arranjar um local onde pudéssemos estacionar as três viaturas (a carrinha da Gespaços, a caravana do Jorge Silva e o carro do José Moura, pai do Emanuel), preparar os almoços e almoçar. Apesar de ter apontado para a Montanha de Montjuic, iniciamos logo as demarches na Barceloneta após a visita à piscina do clube local, onde na terça-feira iríamos disputar o primeiro jogo com o Poble Nou e que sensacionalmente vencemos. Embrenhámo-nos nas ruelas do antigo bairro de pescadores, à procura de um espaço livre, que me parecia poder existir, mas rapidamente desistimos e lá fomos até à montanha fronteira à cidade, onde abundavam os espaços. E num deles, nas costas do Estádio Olímpico, de frente a um campo de basebol e junto ao anel olímpico, instalamos a nossa cozinha e fizemos a nossa sala de jantar, onde passamos a saborear os pitéus preparados pela nossas acompanhantes, sempre provados e aprovados pelo Rui Moreira, que foi o maitre na terça-feira com uma massa com frango que indiscutivelmente galvanizou os miúdos para o jogo da noite.( Ontem no final do jogo com o Mataró, que perdemos, o Eduardo - Botija, para os amigos – lamentava-se do golo que o árbitro não validou – a bola no excelente chapéu do simpático Botija transpôs mesmo a linha de golo – e da falta da massa do Moreira ao almoço( a ementa foi um arroz com qualquer coisa – não me lembro mesmo do que comi ontem), que teria provocado efeitos na condição física da equipa. Registei o lamento gastronómico do bom do Eduardo, mas na sua ingenuidade de certeza que não quis mais do que reverenciar os dotes culinários do seu comandante, na verdade uma surpresa para todos, como o paté de ontem à noite…. Os jantares, superiormente confeccionados no quintal do Siscu, sempre depois das dez da noite( uma hora mais que em Portugal) são motivo para a confraternização do grupo, num ambiente de agradável enquadramento paisagístico e frescura, só perturbado por algum pó proveniente das obras na rua( Paços e Montmeló duas terras diferentes – um só estaleiro, poderia ser a síntese/slogan de um pacense atormentado nestes últimos dias). No final do dia de terça feira vivi o jogo mais emocionante de há bons anos atrás. Os miúdos estiveram fantásticos: garra, determinação, personalidade. Todos fantásticos! Uma vitória, que poucos consideravam possível, mas que existiu mesmo, perante a surpresa dos adversários, que no final ovacionaram com imenso fair play os nossos putos, e o sorriso de criança grande do Rui, como que a lembrar-me o que constantemente me garantia: “olhe, doutor que não vamos ser os bombos da festa. E olhe que o Diogo…” Pois é, o Diogo… Palavras para quê? Que jogo! Que golos maravilhosos! Tamanha inteligência de jogo em corpo tão pequeno! Mas também o Micael, um gigante a encher a baliza na defesa da vantagem últimos minutos. Também os Paulos, os Pedros, o Emanuel, o Vítor, o Luís e o Eduardo jogaram sempre de pé na tábua, num ritmo diabólico (porque se dirá de diabólico o ritmo intenso? Mistérios da linguagem…) Assisti , como “assistente técnico” do Rui(não te esqueças de mim como adjunto quando fizeres o contrato da tua vida na futura liga portuguesa de pólo aquático profissional) ao jogo entre o Mataró e os holandeses do VOC. Venceu o Mataró que se apresentou superior, fundamentalmente graças ao seu número 10, um esquerdino muito forte que marcou 8 ou 9 golos e que, apesar da minha “prevenção”, fez igual graça contra nós. Também prevenido já estava o treinador adversário que colocou desde o inicio dois putos à volta do nosso Diogo que só teve oportunidade de marcar certeiro por uma vez e de atirar alguns remates ao poste, para além de alguns roubos de bola espectaculares. E com Diogo out – os colegas não aproveitaram os corredores abertos pelo seu duplo policiamento – e o número 10 contrário in, naturalmente o resultado foi desnivelado, mesmo assim um bom resultado, na opinião abalizada do Siscu. E se ele o diz…

tags:

publicado por alvaro às 22:21
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 5 de Julho de 2007
A intervenção dos pais no clube Gespaços
O clube Gespaços nasceu no âmbito da empresa municipal do mesmo nome para promover”o desenvolvimento desportivo do concelho de Paços de Ferreira” (artigo 4º dos Estatutos). Foi uma aposta segura da Câmara Municipal e da Administração da Gespaços, que se impunha num momento de arranque dum vultuoso investimento, e num concelho sem qualquer tradição nos desportos aquáticos. O projecto mostrou a sua viabilidade, consolidou-se e é reconhecido como um projecto de sucesso. Entendeu então a Administração que era chegado o momento de partilhar responsabilidades com os pais dos atletas. Uma reunião geral, recentemente realizada, foi muito positiva na consolidação do projecto. A proposta do administrador/vereador Dr. António Coelho foi muito bem interpretada pela vasta assistência, que sublinhou, com uma entusiástica salva de palmas, a intervenção de Gabriel Alves que apelava aos pais no sentido de se empenharem fortemente na condução dos destinos do clube, nomeadamente na organização dos transportes e na angariação de patrocínios. Resta agora aos pais organizarem-se para que na próxima época a sua intervenção se torne então efectiva

tags:

publicado por alvaro às 20:30
link do post | comentar | favorito

Domingo, 1 de Julho de 2007
Gespaços- um fim de semana de êxitos

Neste fim de semana as equipas da Gespaços tiveram bons resultados, o que me deixou muito satisfeito.

Na natação pura desportiva disputaram-se na piscina de Campanhâ os campeonatos regionais de infantis em piscina de 50 metros. Os nadadores, que se vinham preparando convenientemente na piscina de 50 metros do Colégio de Lamas,conquistaram 17 primeiros lugares, 9 segundos e 6 terceiros, portanto um total de 32 pódios, uma performance que lhes deve ter proporcionado um lugar cimeiro na prova.

No polo aquático a equipa de juvenis, desflacada de Luis Carneiro, que a Federação Portuguesa de natação prepotentemente não dispensou de um estágio,empatou ,no sábado,com o Gondomar a 10 golos e venceu hoje domigo o Povoense por 26-6.

Com o empate com o Gondomar a equipa viu esfumar-se a hipótese de alcaSnçar um dos dois primeiros lugares que lhe permitiria disputar o título regional. De qualquer modo o terceiro lugar já é muito honroso para uma equipa essencialmente formada por infantis, e que durante vários jogos se viu privada de Luis Carneiro e André Martins, por castigo. Para estes atletas, muito talentosos, que este castigo lhes sirva de lição para o futuro.

Saúdo nestes jogos o regresso de Daniel Coelho, um jogador talentoso, de quem muito se espera e que acaba de passar por um momento muito dificil da sua vida.

Para o Daniel todo o meu apoio e da equipa técnica.

A equipa de infantis femininos, ainda em formação, perdeu em Lamas, por 2-20.Na próxima época o sector feminino do polo aquático será radicalmente reestruturado, extinguindo-se as equipas de juniores e juvenis e sendo concentrados todos os esforços nos escalões mais baixos - cadetes e infantis. Assim se conseguirá um desenvolvimento apoiado do polo feminino,.como tem acontecido no sector masculino. 

Quero aqui deixar também uma palavra de apreço para os pais dos atletas da natação que colaboraram de forma muito eficiente no transporte dos atletas.


tags:

publicado por alvaro às 21:19
link do post | comentar | favorito

Sábado, 23 de Junho de 2007
Em Paços de Ferreira valeu...

Na sua coluna de opinião na edição de hoje de A Bola, Vasconcelos Raposo pergunta se terá valido a pena ter construido tantas piscinas nos últimos tempos. O autor come ça por referir que "no passado era comum ouvir os responsáveis de muitos clubesdefender a construção de piscinas, pois consideravam como certas as receitas financeiras para outras actividades". Depois de reconhecer que actualmente já não é assim, VR constata que "ainda há por aí muita gente que encara a gestão das piscinas numa perspectiva de ganhar dinheiro, desviando-o para outras coisas que não a natação", ma que, contrariando esta página infeliz, há também aqueles que se preocupam com a desenvolvimento da natação nas suas áreas de influência. Dinamizam as piscinas com as classes de aprendizagem. Definem os níveis de evolução. Formam nadadores e participam com eles no quadro competitivo regional e nacional" E mais adiante: "Tem sido agradável registar a forma consistente como novos clubes e instituições têm aparecido no mundo da natação desportiva" E conclui: "Num final de mais uma época será bom repensar a forma como as actividades aquáticas estão a ser desenvolvidas nas centenas de piscinas espalhadas por todo o país e começar a pensar nos volumosos investimentos feitos com o dinheiro de todos sem qualquer impacte socio- desportivo. Depois logo se conclui se valeu a pena"

Em Paços de Ferreira a Gespaços está a cumprir: Começando do zero em 2002, cinco anos depois, criou já mais de uma centena de nadadores que Têm dado provas exuberantes de valor desportivo, quer a nível regional, quer a nível nacional. 


tags:

publicado por alvaro às 15:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 20 de Junho de 2007
Debate?

O debate surge. Inesperado.

A lupa traz perto o longe. Faz grande o pequeno.

Sobe os decibeis

Inteligência a espaços. Curtos.

Decibeis na  proporção inversa. Da visão..

Pontapés na atmosfera. E pra bancada.

Manipulação.

Circo. O show.

Ninharias. Com o castelo sitiado.

Que saudades de Gerson. Que jogava de helicóptero.

Quando vejo tantos olhos cravados na bola. Incapazes de levantar a cabeça.

O ressabiamento.

A frustração.

O ataque.

A revelação. Indesejada. Esclarecedora

O consolo da dúvida. Da inquietação.

A sinceridade

A angústia

Ansiedade.

A esperança.

A crença 


tags:

publicado por alvaro às 23:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 17 de Junho de 2007
Patrocínios e Publicidade
A actual Administração da Gespaços, que é presidida por um vereador municipal e integra outro vereador além do administrador executivo , nunca impediu qualquer iniciativa de apoio dos pais dos atletas, nem deixou de procurar patrocínios para o Clube .
Assim,
Os equipamentos da NPD têm sido patrocinados por:
- Centro Auto Station Marche - D. Isabel Cunha e marido, pais do Alexandre e João Cunha;
- António Alves - Gabriel Alves e esposa, pais do Nuno e da Ana Vitória Alves;
- Difer - D. Maria José e marido, pais da Diana Ferreira
- David Sousa, pai do João Sousa
O Centro Auto Station Marche patrocinou durante algum tempo os transportes dos nadadores para as provas.
- Um grupo de nadadores, liderado pela Ana Vitória Alves, pediu autorização à Administração para fazer uma rifa para angariação de fundos. A Administração autorizou e incentivou o grupo e prometeu comprar uma viatura e oferecer uma máquina de treino. Os nadadores angariaram 2150 euros. A Administração adquiriu uma viatura por 3250 euros e amaquina por 1500 euros, contribuindo assim com 2600 euros-
- Os pais da nadadora Ana Sofia Matos patrocinaram integralmente outra máquina de treino;
No Polo Aquatico
A Rox e o Centro auto Station Marche patrocinaram os equipamentos de 2005- cerca 4000 euros
Uma comissão de pais que se organizou procurou patrocínios, com contrapartida de publicidade, com a autorização da Administração, adquiriu os equipamentos em 2007, em valor superior a 5000 euros, fez a sua apresentação pública e organizou uma festa de passagem dos modelos.
A Administracao cedeu espaços publicitários em contrapartida no interior da piscina.
O reforço alimentar dos atletas é patrocinado pela Padaria Pao Quente Calvario.
As toucas da NPD, que um pai de um nadador ligado a uma imobiliária prometeu há meses patrocinar, vão se patrocinadas pela Lusoswim.
Os equipamentos dos treinadores vão ser patrocinados pela ARENA - já foi assinado o contrato.
A Administração iniciou há algum tempo negociações com uma grande empresa para patrocínio global do clube - secções de NPD e de Polo Aquatico.

tags:

publicado por alvaro às 19:26
link do post | comentar | favorito

Assim, começamos a perceber

Aqui só deviam ter lugar os melhores, os que fazem as melhores marcas, os que têm os melhores resultados - afirmam.

Não me espanto.

Fico a perceber melhor outras coisas.

Não se importam de repetir?


tags:

publicado por alvaro às 18:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
31


posts recentes

João Sousa melhora

À terceira foi de vez

Gespaços nos campeonatos ...

Em Barcelona com os miudo...

A intervenção dos pais no...

Gespaços- um fim de seman...

Em Paços de Ferreira vale...

Debate?

Patrocínios e Publicidade

Assim, começamos a perceb...

arquivos

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

tags

todas as tags

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds